sábado, 17 de março de 2018

Fórum Econômico Mundial busca nova narrativa para América Latina

O evento reuniu mais de 750 líderes de 40 países e foi chamado de:

“América Latina num ponto de inflexão: formando novas narrativas”
13-15 de Março, em São Paulo.



Que “Novas Narrativas” serão estas?

Alguns dos temas que foram debatidos:

:: liderança responsável
:: o uso da tecnologia para o desenvolvimento econômico e social
:: igualdade de gênero (???)

“(...) o diretor da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevedo (...) analisará em duas mesas de debate os novos acordos da globalização e os horizontes do comércio na época digital.” 

Controle tecnológico biométrico, querem eles dizer. E que "novos acordos da globalização" serão estes? Os que estiverem em sintonia com a Agenda 2030 e os 17 programas que constituem esta.
https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030/

Tais acordos têm sido amplamente debatidos desde há imenso tempo em instituições e eventos globalistas, tais como:

Cúpula do Governo Mundial - World Government Summit
que acontece anualmente no Dubai

Conselho das Relações Externas dos Estados Unidos - Council on Foreigne Relations

Grupo de Bilderberg - Bilderberg Meetings

“Os benefícios que a tecnologia pode trazer para o desenvolvimento econômico e social serão outro eixo do fórum latino-americano, que buscará como implementar a quarta revolução industrial (...) catalisador de uma mudança que pode gerar benefícios para a população" 

Parte da 4ª Revolução Industrial visa o controle tecnológico biométrico absoluto sobre a população com o consentimento desta devido aos sentimentos de medo e insegurança e à instauração de uma cultura tecnológica ‘agora-é-assim-que-se-faz’ e 'assim-é-mais´divertido'.

“(...) qualidade para um emprego do futuro que sofrerá mudanças inumeráveis", afirmou Alckmin” 

Inumeráveis e não mencionáveis nos grandes meios de comunicação social, como, por exemplo, as previsões destas instituições globalistas de +2 bilhões de desempregados  até 2030 devido ao impacto desta Nova Ordem Tecnológica Mundial, contrapondo os +200 milhões de desempregados que existem atualmente no mundo - ou seja, um crescimento 10 vezes mais em pouco mais de 10 anos.

João Dória, prefeito de São Paulo, diz que:

(...) o principal desafio da região, a geração de emprego e renda (...) ”

Geração de renda e emprego para quem estiver completamente controlado pelo sistema de tecnologias biométricas: quem está fora, é perseguido como já estão sendo perseguidos os trabalhadores ambulantes que estão tendo as suas mercadorias roubadas pelo Estado.

"Geração de emprego e geração de renda é um desafio comum para todos os países latino-americanos, com um desenvolvimento econômico e social" 

Desenvolvimento econômico para quem? Para quem estiver completamente controlado pelo sistema de tecnologias biométricas.

Outras fontes:

Mini Davos começa hoje em São Paulo

“Mini Davos” discute futuro da América Latina em SP

Líderes da Cognizant participam do Fórum Econômico Mundial Latam


Nenhum comentário:

Postar um comentário